Vale a pena investir em influenciadores regionais?
Os influenciadores regionais ganharam força. Eles se dirigem a um público menor, mais específico e segmentado. Saiba mais!
22 de Agosto de 2019 / Julia Amantini
##Influenciadoresdigitais #Influenciadoresregionais

 Hoje em dia, os influenciadores digitais tornaram-se tão importantes para uma campanha quanto uma propaganda de 30 segundos na TV em horário nobre. As marcas precisaram absorver esse novo modelo de vendas (para ontem) já que os Youtubers, blogueiros e outros famosos da internet são a ponte mais eficaz e direta entre quem anuncia e o público.

 Os seguidores dos influencers consomem conteúdo, pelo fato de estarem vinculados a temas gerais de seu interesse, que agregam valor. Por isso, vão estar atentos quando algum produto for mencionado e muito provavelmente acabarão consumindo-o, já que tem uma relação estreita de confiança e admiração. Afinal, os influenciadores são pessoas bastante respeitadas em seus nichos de atuação.

É nesse contexto que os influenciadores regionais ganharam força. Eles se dirigem a um público menor, mais específico e segmentado, na região onde moram, mas desempenham um papel muito importante no funil de vendas que é criar interesse e apresentar os produtos.

Perfil do micro influenciador brasileiro

Segundo pesquisa realizada pela Squid, primeira empresa brasileira especializada em marketing de influência, em fevereiro deste ano, os micro influenciadores eram em média mulheres, cerca 70,9%, mas apontou também um crescimento em relação ao público masculino que atinge cerca de 27,6%. Desse total, mais de 50% têm até 34 anos, seguidos por jovens de 18 a 24 anos.

A grande maioria destes influencers são da região sudeste, mas abrangem todo território nacional. Os assuntos mais abordados são sobre estilo de vida e aspectos comportamentais (36,5%), moda (22%), arte (18,1%), seguidos por comida (11,6%), esportes (6,6%) e tecnologia (5%), lembrando que a pesquisa traçou o perfil de 6.643 influenciadores brasileiros.

Relevância e conteúdo

Tanto para as marcas menores, com verbas reduzidas nas estratégias de comunicação, quanto para as grandes e consolidadas no mercado esse investimento é crucial. O micro influenciador promove seu produto ou serviço de forma mais convincente e atrativa, pois ele sabe com quem falar e como fazer isso, conhece bem seus seguidores e suas preferências, diferente de um grande e famoso incluencer.

Na criação de conteúdo, é importante que o influenciador transpareça a verdade e seja marcante na vida dos seus seguidores, criando reais experiencias ao falar sobre produtos, transformando e incentivando as compras do seu público com maior facilidade. 

Outro ponto positivo dos influenciadores regionais é o fato do pagamento ser bem diversificado, em alguns casos sendo até a base de troca de produtos ao invés de dinheiro, principalmente se a marca já for bem quista e consumida por ele. O mais importante é dar continuidade ao seu trabalho, se tornar mais conhecido e com isso conquistar novas parcerias.

Vale ressaltar que, para obter sucesso com as divulgações regionais é fundamental que o influenciador entenda claramente o objetivo da campanha, para que possa alinhar com seu público e a persona da marca. Outra estratégia interessante é utilizar o branded content, que posiciona uma intersecção de marketing com um conteúdo útil ou divertido associando a imagem da marca com os benefícios que essa ação trará ao público.

Por isso, vale sim muito a pena investir em criadores de conteúdo regionais! E nós vamos ajudar você!

A i-Think, é pioneira em conectar marcas com influenciadores digitais da região de Bauru, sendo uma parceira do sucesso das suas vendas e ascensão regional. Quer ser conhecido no mercado? Então deixa com a gente!

veja também:
Nos siga nas redes sociais e fique de olho em nossos conteúdos!
ÁREA DO CLIENTE